1932: Incerteza, Sinapses e Revoluções (V.4, N.7, P.2, 2021)

Facebook Twitter Instagram YouTube
Tempo de leitura: 5 minutos
#acessibilidade Pintura com mulher carregando bandeira do estado de São Paulo e soldados, homens e mulheres, atrás dela, uniformizados e carregando armas. Representação da Revolução Constitucionalista de 1934.

Passados 89 anos, 1932 pode parecer distante da realidade em que vivemos. O mundo ainda não tinha passado pela Segunda Guerra Mundial, não havíamos pisado na Lua nem sofríamos com as mudanças no estilo de vida trazidas pelos smartphones. Embora tenhamos tido problemas com a febre amarela após a Primeira Guerra Mundial, não esperaríamos uma pandemia nas proporções da de SARS-Cov-2.

Apesar disso, continuamos bebendo da fonte de diversos movimentos de 1932, mesmo que não saibamos. No Brasil, a crise de 1929 e a insatisfação com os governos da Primeira República tinham resultado no governo provisório de Getúlio Vargas instaurado em 1930, mas a falta de uma base constitucional para este governo, mesmo 2 anos depois, levaria ao que ficou conhecido como Revolução Constitucionalista de 1932.

Fora do Brasil, o Nobel de Física seria símbolo de mais uma conquista da comunidade científica. Werner Karl Heisenberg foi laureado por suas contribuições para a formulação da mecânica quântica. Seu princípio, conhecido como Princípio da Incerteza de Heisenberg, indica que não é possível saber ao mesmo tempo a posição de uma partícula (x) e sua velocidade (p ∝ v) com precisão maior do que uma constante (ħ = 1,05.10⁻³⁴ m².kg.s⁻¹).

ΔxΔp ≥ ħ/2

werner karl heisenberg - 1932: Incerteza, Sinapses e Revoluções (V.4, N.7, P.2, 2021)#acessibilidade Foto em preto e branco de Werner Karl Heisenberg.

De modo geral, a mecânica quântica, assim como a Teoria da Relatividade, também em construção no período, representou uma mudança nos paradigmas da física, repensando modelos baseados na física Newtoniana e nas equações de Maxwell para o eletromagnetismo. Apesar das concepções de Newton terem sido formuladas no século XVII, com o lançamento do Principia (1687), e serem amplamente defendidas pelos séculos que se seguiram, sendo mantidas até hoje; a coragem de cientistas como Heisenberg de questionar ideias bem estabelecidas mostrando inconsistências da teoria que já não concordava plenamente com os dados obtidos experimentalmente quando se tratava de partículas, é um exemplo do como a discussão baseado na lógica e o entendimento da fragilidade das teorias frente a dados mais precisos têm dirigido a ciência a conhecimentos cada vez mais profundos e não dogmáticos.

De volta ao Brasil, a conquista do voto feminino em fevereiro de 1932 não anulou o descontentamento com as escolhas políticas do governo. Agravando a situação, o movimento estudantil sofreria com a morte de 4 estudantes: Martins, Miragaia, Dráusio e Camargo, mortos por tropas federais ligadas ao Partido Popular Paulista (PPP), em 23 de maio. Os mártires ficaram conhecidos por suas iniciais, MMDC, e serviram como inspiração para a união da elite cafeeira paulista e da população que não se sentia segura sem uma limitação para o poder de Vargas. Em 9 de julho, o estado de São Paulo se declarou contrário ao governo, iniciando uma revolução que só teria fim com a rendição dos paulistas em 1 de outubro do mesmo ano, encerrando o conflito.

lord edgar adrian - 1932: Incerteza, Sinapses e Revoluções (V.4, N.7, P.2, 2021)#acessibilidade Foto em preto e branco de Lord Edgar Adrian.

Dentre os conflitos resolvidos em 1932 está a questão de se o cérebro (e os demais elementos neurais) estaria todo ligado fisicamente ou se haveria algum espaço entre os neurônios que o compõe, ideias opostas mas que já tinham laureado com um Nobel Camillo Golgi e Santiago Ramón y Cajal em 1906 pelos estudos sobre a estrutura do sistema nervoso central. Naquele ano a área de Medicina e Fisiologia laureou Sir Charles Sherrington e Lord Edgar Adrian com o Nobel pelas contribuições à neurologia, entre elas a descoberta de uma separação entre os neurônios, a qual chamamos de fenda sináptica, e o desenvolvimento do termo “sinapse”, “prender” em Grego, base para os estudos de neurociência que se desenvolvem mais e mais desde então.

sir charles sherrington - 1932: Incerteza, Sinapses e Revoluções (V.4, N.7, P.2, 2021)#acessibilidade Foto em preto e branco de Sir Charles Sherrington.

Apesar da derrota paulista, a revolução ressoou na política brasileira fazendo com que uma assembleia constituinte fosse convocada e fosse redigida a Constituição de 1934, que entraria em vigor até a entrada do golpe do Estado Novo em 1937. A constituição trouxe ideais de industrialização para a elite paulista e para o Brasil como um todo. Juntamente às exigências para constituir uma justiça eleitoral, para o alistamento militar obrigatório e para ensino primário obrigatório, direitos trabalhistas como o salário mínimo, o descanso semanal, as férias anuais, a proibição do trabalho infantil para menores de 14 anos, a indenização por demissão e a limitação da jornada de trabalho para até 8 horas por dia foram reconhecidas e são mantidas até hoje.

alberto santos dumont - 1932: Incerteza, Sinapses e Revoluções (V.4, N.7, P.2, 2021)#acessibilidade Foto em preto e branco de Alberto Santos Dumont.

No dia 23 de julho, no Guarujá, o ano de 1932 ainda nos deixaria o falecimento de Alberto Santos Dumont, aeronauta e inventor brasileiro que reduziu seu trabalho na frase “O que fiz foi muito simples, transferir as pessoas de um ponto para o outro e não retornar ao ponto de partida”. Seja na política ou na ciência, é o diálogo e o respeito frente ao trabalho dos demais que têm conduzido a humanidade a não voltar ao ponto de partida, mas sim ir em frente na busca de uma sociedade melhor. A história nos proporciona essa visão e nos aproxima de nossos antepassados, de suas angústias e de suas conquistas, do mesmo modo que aproxima eles também dos nossos desafios para que no fim possamos aprender uns com os outros.

Fontes:

Fonte da imagem destacada: Pinterest/Divulgação

Fonte da imagem 1: Nobel Foundation archive

Fonte da imagem 2: Nobel Foundation archive

Fonte da imagem 3: Nobel Foundation archive

Fonte da imagem 4: museudoamanha.org.br

Compartilhe:

Responder

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios estão marcados *